Arthur Calasans

e um Olhar Diferenciado

 

Arthur é um fotógrafo que atua como fotojornalista em organizações que promovem a dignidade e os direitos das pessoas com deficiência no Brasil. Em sua formação profissional e pessoal, as questões ligadas a inclusão da pessoa com deficiência despertou um olhar apurado para temas como mobilidade urbana, acessibilidade, educação, trabalho e a importância da inclusão social por meio da valorização e do respeito à diversidade humana.

 

Arthur Calasans se descobriu como fotógrafo na época que trabalhava como vendedor na Galeria do Rock. Ele nos conta que queria mudar de vida e fazer alguma coisa legal.

 

"O meu tio, que na época era o meu patrão também, me deu uma câmera russa Zenit. Depois disso entrei no curso de jornalismo e a vontade de mudar foi mais forte que qualquer obstáculo.” - relata Arthur.

 

E é incrível como a vontade de mudar é tão forte. Hoje Arthur tem trabalhos premiados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e Centro de Vida Independente do Rio de Janeiro (CVI). Participou de exposições coletivas como “Paulistanos da Paulista” (Caixa Cultural- 2003) e Arte Inclui (Prefeitura de São Paulo / CPFL Cultura - 2009).

 

É integrante da galeria fotográfica do Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG), no qual participou da coletânea “Humanizando Desenvolvimento”, uma seleção de imagens que representam o desenvolvimento inclusivo e a promoção da igualdade de gêneros. A foto selecionada faz parte do banco de dados do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e do Departamento de Informação Pública da ONU em Nova York.

Também se ingressou como fotojornalista de organizações e promovendo os direitos das pessoas com deficiência.

 

Ele nos conta recebeu um pedido de uma amiga, que trabalhava em uma universidade, para que o mostrasse seu trabalho e apresentasse para a equipe do Instituto.

 

“Essa historia foi em agosto de 2003 e passei 7 anos na organização. Eu sempre lembro dela, porque foi a minha passagem para esse universo. Todos os trabalhos que envolvem o tema diversidade me viram do avesso. Me fazem enxergar de perto todos os meus preconceitos.”

Arthur sempre enxergou a fotografia como veículo inclusivo, ele acredita que ela é um potente instrumento de sensibilização e informação.

 

 

"Com qualidade, da pra mandar uma boa mensagem ou apertar o calo de alguém. Hoje, ampliamos plataformas e ganhamos espaço para as narrativas que se constroem com fotografia, vídeo, literatura. A fotografia ganha muito com a incursão em uma história de vida e a relação desse lugar e/ou pessoas comigo."

Foto premiada pela OMS

Organização Mundial de Saúde


 

Desde 2008 atua na sua própria empresa, Amanajé – palavra Tupi-Guarani que significa mensageiro –, propondo projetos, ensaios e atendendo a demanda fotográfica da área de comunicação, de empresas e do terceiro setor. Como professor, participa de oficinas de fotografia para crianças e adultos na Biblioteca de São Paulo.

 

"Eu atendo empresas e o terceiro setor. Como empresa atuo em varias áreas da fotografia comercial. Hoje somos uma equipe de 3 fotógrafos e 2 assistentes. Eu preciso falar sobre os assistentes. Começamos a trabalhar com o Rodrigo Leonardi e a Ana Bandeira. O projeto é em parceria com a ONG Rede de Gente e  promove a inclusão profissional de pessoas com deficiência intelectual.

O projeto pretende ampliar e começar a formação de jovens com deficiência na fotografia." nos conta Arthur.

Mostrar Mais

Talentoso e realmente com um olhar diferenciado, desafiamos Arthur a se descrever para os leitores da Revista Digital Tendência Inclusiva.

 

“Quem sou eu? Vou reenviar a pergunta para o meu analista! Sou uma monte de coisa, boa e ruim. Hoje um pai que quer muito criar o filho, cheio de pensamentos idealizados, como uma casa no campo. Eu gosto muito do que eu faço. Não sei se é fotografia. Poderia ser uma forma de mostrar, com imagens, histórias que carregamos dentro de nós, que ficam marcadas em lugares que vivemos. Me interesso por aquilo que é imperfeito."

 

 

Contato:

Instagram: @arthurcalsans

Telefones: +55 11 3542.1143/ +55 11 98198.9424

Site: www.amanajefotografia.com

Galeria Arthur Calasans

Mostrar Mais

Fotos cedidas pelo entrevistado

 

por Adriana Buzelin em 25/01/2016

© Copyright Tendência Inclusiva  2014 / 2020

Grupo de dança Bombelela