A Sexualidade, O Preconceito e As Mullheres

 

Tenho visto em alguns grupos do facebook muita gente se “queixando” de dificuldade em conseguir um relacionamento bacana.

 

Muitas meninas falando sobre a dificuldade que é encontrar alguém que as respeitem e veja além da “deficiência”.

 

Pois é, meus amigos, os tempos são outros e embora a modernidade tenha chegado, ainda há muitas mentes presa em um passado arcaico!

 

A deficiência esta longe de ser algo para afastar alguém. Hoje vejo minha deficiência como uma característica minha e sei que muitas pessoas próximas a mim também enxergam assim!

 

Há muito mais a se ver em alguém do que apenas UMA das características que ela possui, certo?

 

É preciso que fique bem claro para todo mundo, com ou sem deficiência que a capacidade de amar, de ser desejável, de viver plenamente a sexualidade é a mesma!

 

Todos somos plenamente capazes de amar, de viver um relacionamento saudável e feliz.

 

Temos que nos amar, nos aceitar e a cada dia elevar mais e mais nossa autoestima.  A beleza vem de um sorriso, do brilho no olhar, da sensualidade de um gesto.

 

Muleta, cadeira de rodas, bengala e órteses são acessórios especiais que não são destinados à qualquer uma!

 

Portanto meninas, valorizem-se! Vivam, sejam felizes, emanem a beleza de ser única e especial, não pela deficiência, mas pelo valor que cada uma de nós temos!

 

Essa é a verdadeira experiência da sexualidade! Conhecer a si mesma e seus valor, se amar e não ter medo de experimentar novas relações é libertador!

 

Perde quem deixa o preconceito falar mais alto, perde muito quem não enxerga além das aparências, quem não se permite viver o novo. 

 

Incapaz é quem não vê além do corpo físico.

Imagem retirada do Google

Sinta-se à vontade para participar de forma ativa desta coluna trazendo suas dúvidas. Elas serão respondidas na próxima publicação.

Caso não queira que seu nome apareça, coloque no corpo da mensagem "por favor, não publicar meu nome".

 

Aproveite, tire suas dúvidas e sugira pautas! Sua participação é importante para nós!

© Copyright Tendência Inclusiva  2014 / 2020